Em um ano de administração IGH, UPA realizou mais de 700 mil procedimentos ao beneficiário SUS da comunidade

A Unidade de Pronto Atendimento - UPA Parque São Cristóvão completou nesta quarta-feira (16), um ano de gestão operacional do Instituto de Gestão e Humanização (IGH). Inaugurada pela Prefeitura de Salvador em janeiro de 2016, a unidade de urgência e emergência encontrou dificuldades na prestação dos serviços à população nos primeiros meses de operação, quando encontrava-se sob a gestão de outra Organização Social.

A assunção do contrato com IGH possibilitou um aumento de 133% na média mensal da quantidade de procedimentos realizados no equipamento, quando saltou de um número médio de 29 mil procedimentos realizados mensalmente para mais de 68 mil atualmente.

"Quando o IGH assumiu a gestão da UPA Parque São Cristóvão, a gente sabia do desafio muito grande, até porque havia uma instabilidade deixada pela antiga organização que gerenciava o posto. Mas ao longo desse um ano de gestão, conseguimos acumular muitas conquistas com melhorias da estrutura física, mobiliária e equipamentos de última geração que proporcionaram mais que dobrar a produção assistencial. Nosso novo passo daqui para frente é a busca da acreditação da unidade para concretizar a excelente gestão implementada na UPA", destacou Edivan Selestino, gestor IGH da UPA Parque São Cristóvão.

Durante o evento comemorativo, a diretora geral de Atenção à Saúde de Salvador, Luciana Peixoto, visitou as instalações da unidade e demonstrou surpresa com a qualidade dos fluxos operacionais dentro do posto. "Nesse último ano em que o IGH assumiu a gestão da UPA, diante de inúmeras dificuldades que foram encontradas no processo de transição com a antiga entidade que gerenciava o posto, eles conseguiram implantar protocolos, melhorar a qualidade dos atendimentos, sem falar nos números. Acredito que o envolvimento deles [IGH] com a comunidade, mostrou a importância da UPA para população e hoje a comunidade reconhece o serviço, é bem atendida e isso para Secretaria da Saúde representa um aumento da produção da unidade e mais pessoas sendo bem atendidas em nossa rede", pontuou a gestora.