O Hospital Estadual de Urgências de Aparecida de Goiânia Cairo Louzada (Huapa), da SES - Governo de Goiás, por meio do setor de Fonoaudiologia da unidade, realizou na última terça-feira (20 de março) várias mobilizações pelo hospital com o objetivo de lembrar o Dia Nacional de Atenção à Disfagia, celebrado na data.

 

As ações aconteceram na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Pronto Socorro (PS) e nas enfermarias, quando profissionais destacaram para os colaboradores, pacientes e acompanhantes a importância da atuação fonoaudiológica hospitalar no atendimento a pacientes com disfagia (dificuldade de deglutição).

Logo em seguida, deslocaram para o auditório do Huapa, onde a ação foi encerrada com orientações sobre disfagia, sinais e sintomas, e medidas que minimizam o risco de broncoaspiraçao (entrada do alimento para vias aéreas) e consequente desenvolvimento de pneumonia aspirativa.

A disfagia é uma alteração na deglutição, ou seja, no ato de engolir alimentos ou saliva e pode ocorrer em diferentes fases da vida, especialmente em pacientes com lesão neurológicas e idosos, podendo trazer sérias consequências à saúde.

No ambiente hospitalar, o paciente que apresenta dificuldade na deglutição pode adquirir uma pneumonia aspirativa, visto que o alimento pode ir para os pulmões e não para o estômago. De acordo com a coordenadora do Setor, Suely Ottoni, o paciente com disfagia apresenta um desvio do alimento ou da saliva, podendo obstruir parcialmente ou completamente as vias respiratórias, com o risco de levar à asfixia. Além de Suely Ottoni fazem parte da equipe as fonoaudiólogas Hellen Nascimento, Kamylla Diniz, Nágila Nascimento e Marcela Petrillo.