O dia 28 de julho é lembrado pelo Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais, abrindo os caminhos para o mês do Julho Amarelo. Com o objetivo de intensificar as ações de combate à doença responsável por 1,34 milhão de mortes ao ano em todo mundo, o Serviço Social da Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 Horas Parque São Cristóvão, em Salvador, promoveu um Dia D com oferta de serviços gratuitos para os usuários SUS da capital baiana.

Durante a estratégia, foram oferecidos vacinação para fortalecer a prevenção da patologia, bem como, testes rápidos para diagnóstico da infecção em até 30 minutos. “As ações são de suma importância para quebra da cadeia de transmissão dos vírus das hepatites. A imunização é uma das medidas mais eficazes para prevenção da doença, enquanto a testagem rápida propicia a identificação precoce do portador, garantido sucesso do tratamento desse paciente”, explicou Maura Vasconcelos, membro do Serviço Social da UPA.

A doença - A hepatite é uma inflamação do fígado que pode estar relacionada ao consumo excessivo de drogas, álcool, medicamento, ou ser causada pelos próprios vírus das hepatites, denominados de vírus A, B e C, causadores da Hepatite A, Hepatite B e Hepatite C, respectivamente.

Dependendo do vírus que causa a doença, a Hepatite Viral pode evoluir para crônica, ocasionando doenças como cirrose e câncer de fígado. A hepatite A aparece de forma aguda. Já a B pode apresentar um quadro agudo e depois tornar-se crônica. E a Hepatite C, normalmente, cursa com uma infecção aguda sem sintomas e a sua descoberta, na maioria das vezes, ocorre na fase de hepatite crônica.