Parceria possibilitará ao CPTI/IGH o estudo de métodos de diagnóstico rápido, ações de prevenção e conscientização no combate ao Aedes aegypti

O Centro de Pesquisa Tecnológica e Inovação do IGH, coordenada pelo professor Jose Claudio Rocha, realizou na última segunda-feira (15 de fevereiro), a primeira etapa para a abertura do ciclo de parceria na área de produção de cientifica e inovação tecnológica, em Juazeiro, na Bahia. 

Na oportunidade o CPTI/IGH estabeleceu a possibilidade de uma parceria com a Moscamed Brasil (organização social dedicada a pesquisa sobre a Mosca Mediterrânea, espécie utilizada no controle biológico de pragas aplicada na horticultura irrigada na região do São Francisco) e a Universidade do Estado da Bahia UNEB, através de um termo de cooperação técnica entre as três instituição.

A parceria possibilitará ao CPTI/IGH, junto com os institutos parceiros, abrir as perspectivas para o foco em pesquisa de métodos de diagnóstico rápido, ações de prevenção e conscientização no combate ao mosquito Aedes aegypti, já que a Moscamed passou a dedicar-se também a produção do vetor estéril como forma de controle biológico da população de insetos e redução dos danos causados por contra da transmissão das arboviroses.

Entre 12 e 14 de abril, o grupo deverá reunir-se novamente, dessa vez em Ribeirão Preto, para onde será apresentado um conjunto de tecnologias voltadas ao enfrentamento do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya no Brasil.